Imposto de Renda 2021: O que você precisa saber?

Durante um episódio do Direcast (o podcast da Diretrizes) a Tati e a Angélica, que fazem parte do nosso time e são responsáveis pela declaração de imposto de renda dos nossos clientes, falaram conosco sobre a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física e nos contaram tudo o que você precisa saber para realizar essa declaração. Reunimos todas as dicas dadas durante o episódio, neste artigo. Vamos lá?

Você irá ver:

  • Quem precisa declarar?
  • Como declarar sendo MEI?
  • Quais os documentos necessários?
  • Qual o prazo para realizar a declaração?

Quem precisa declarar?

Existe um valor de obrigatoriedade que a Receita Federal determina, que neste ano é de R$ 28.559,70. Então se você recebeu esse rendimento durante o ano de 2020 você já está obrigado a declarar o Imposto de Renda. Esse rendimento pode ser de vínculo CLT, rendimentos de aluguéis, recebimentos de trabalhos autônomos, etc.

Porém para quem recebeu o auxílio emergencial (benefício que o governo liberou em razão da pandemia) esse valor muda para R$22.847,76. Então se você recebeu o auxílio e teve rendimentos acima de R$22.847,76 (contando com o benefício) no ano de 2020 você já está obrigado a declarar o IR e informar o valor que recebeu do benefício.

Havia vários requisitos que o usuário deveria cumprir para estar apto a receber o benefício, caso a Receita Federal identifique que o valor foi recebido de forma indevida o usuário terá que devolver para a Receita.

Além disso, pessoas com recebimentos de venda de imóveis acima de R$300.000,00 ou recebimentos isentos (doação, separação judicial, poupança, FGTS, etc.) acima de R$40.000,00 já estão obrigadas a declarar, mesmo que não possua renda.

Como declarar sendo MEI?

O Microempreendedor Individual precisa primeiro realizar a declaração anual do MEI e após isso utilizar essa declaração para prestar contas no seu ajuste de imposto de renda de pessoa física.

Importante: O MEI também pode ter recebido o auxílio emergencial, então se a soma de recebimentos com o auxílio emergencial ultrapassar os R$22.847,76 ele também estará obrigado a declarar.

O primeiro passo é fazer a sua declaração anual do MEI e se tiver qualquer dúvida nos procure que iremos te auxiliar com a sua declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física.

Quais os documentos necessários?

Abaixo a relação dos documentos necessários para a declaração de Imposto de Renda 2021, todos os documentos são referentes ao ano de 2020:

  • Informe de rendimentos (se for CLT);
  • Distribuição de lucros (se tiver empresa);
  • Declaração anual (se for MEI);
  • Recebimento de aluguéis (particular ou por imobiliária);
  • Recebimento de trabalhos autônomos;
  • Relatórios de aplicação em bolsa de valores;
  • Informe de rendimentos de todas as contas bancárias.

Para a dedução de impostos você pode apresentar também:

  • Gastos referente ao dependente;
  • Despesas com educação;
  • Despesas médicas;
  • Pagamento de previdência privada;
  • Recebimento de bolsas.

Informação importante: Todos os profissionais liberais (médicos, advogados, dentistas, engenheiros, arquitetos, etc.) possuem um benefício a favor deles que geralmente muitos desconhecem, que é o benefício de dedução de imposto de tudo o que for relacionado à atividade que exercem.

Qual o prazo para realizar a declaração?

O primeiro prazo definido pela Receita Federal era de 1 de março de 2021 a 30 de abril de 2021, porém esse prazo foi adiado para 31 de maio de 2021. Ou seja, um mês a mais para se organizar, reunir a documentação necessária e procurar um profissional capacitado para realizar a declaração.

Caso não seja realizada dentro do prazo, o usuário terá que pagar uma multa, que inicia no valor mínimo de R$165,74 mas pode chegar a até 20% do imposto sobre a renda.

Quem precisa realizar o pagamento do imposto de renda deve ficar atento e declarar o quanto antes, pois o prazo para pagamento é no mesmo dia do prazo da declaração, ou seja, também no dia 31 de maio de 2021. Então não deixe para o último dia, evite surpresas, juros e multas.

Quem provavelmente não terá que pagar o imposto de renda, deve cuidar com o prazo da mesma forma e trabalhar com antecedência pois no último dia você pode esquecer de algum documento, o sistema pode oscilar ou ficar fora do ar e vários outros fatores.

“Vamos cuidar com o prazo, porque só bombeiro apaga incêndio e muitas vezes ele terá que gastar muitos baldes de água para isso.”

Dica extra: Procure um profissional capacitado para te auxiliar com a declaração.

Aqui na Diretrizes o nosso time responsável pela declaração de Imposto de Renda já está disponível, o serviço é realizado de forma totalmente digital, o que nos possibilita atender clientes de todo o Brasil e também de fora do país. Tudo isso com confiança e segurança dos dados, seguindo as regras da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Nos procure, estaremos disponíveis para te atender.

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco!